Notícias

Para discutir juntamente com os municípios da região do Sul do Estado da Bahia as melhores formas de possibilitar a implantação de iniciativas positivas para qualificar o acompanhamento e direito educacional de crianças e adolescentes, a AMURC participou, nesta segunda-feira, dia 09, do VII Seminário Regional Sul da Bahia: concretizando direitos da criança e do adolescente.

Secretário executivo da AMURC, Luciano Veiga.jpeg

Secretário executivo da AMURC, Luciano Veiga

O evento aconteceu na FTC-Itabuna e reuniu representantes de entidades educacionais, coordenadores pedagógicos, professores da área infantil e funcionários públicos da educação para promover a mobilização da rede de proteção de crianças e adolescentes nos municípios e para participar da elaboração do plano com metodologia de elaboração específica, que tem caráter intersetorial.

De acordo com o articulador e mobilizador da região da Bahia da Fundação ABRINQ, Nivaldo Santos, o seminário teve o intuito de proporcionar o intercâmbio entre os diversos departamentos municipais ligados a primeira Infância, e ainda, dar relevância às discussões em prol das crianças sujeitos de direitos. “Além disso, na oportunidade, refletimos sobre os desafios da educação da infância de acordo com suas demandas locais de cada município do território”, explicou Nivaldo.

Para o secretário executivo da AMURC, Luciano Veiga, o seminário foi importante por provocar os gestores para as ações de fortalecimento para a educação dos jovens. “A primeira infância é um período fundamental para o desenvolvimento emocional, mental e das habilidades motoras e sociais da criança. De maneira geral, entende-se que grande parte do potencial intelectual desenvolvido pela criança é a fase decisiva no desenvolvimento do ser humano”, destacou Luciano.

Já o assistente Técnico no Programa Prefeito Amigo da Criança da Fundação ABRINQ, Carlos de Medeiros Delcidio, abordou que o projeto de fortalecimento da estratégia ODS busca desenvolver ações voltadas a realidade de cada localidade, principalmente o que diz respeito aos desafios na educação infantil.

O líder de Educação da Fundação ABRINQ, Rafael Favaretto Krettelys, apresentou as razões da importância de se investir na primeira infância, destacando ainda “os deveres constitucionais e educacionais para o desenvolvimento de um plano para que se entenda qual a situação da primeira infância nos municípios e assim destacar os principais problemas para que se tenha uma metodologia adequada para se trabalhar nas diferentes políticas públicas.”

O seminário contou com a presença de representes dos municípios de Itabuna, Itajuípe, Mascote, Floresta Azul, Santa Cruz da Vitória, Coaraci, Ibicaraí, Santa Luzia, Camacã, São José da Vitória, Cordeiros e São Paulo.

 Gestores da educação municipal.jpeg

Gestores da educação municipal

VII Seminário Regional Sul da Bahia.jpeg

VII Seminário Regional Sul da Bahia

Técnicos da Fundação ABRINQ.jpeg

Técnicos da Fundação ABRINQ

 

 

Texto e fotos: Alline Meira

A implantação da Base Nacional Comum Curricular - BNCC e a construção do Referencial Curricular, considerando as características territoriais é o tema principal do II Fórum Regional de Educação do Sul da Bahia, que acontece no dia 10 de setembro, das 8 às 17 hs, no auditório Paulo Souto, na Uesc. O objetivo do evento é discutir e propor estratégias para garantir os direitos de aprendizagem e o desenvolvimento da educação regional.

congresso.jpg

A iniciativa é da Câmara Técnica de Educação (CTE) do Consórcio Litoral Sul (CDS-LS), em parceria com o Fórum Regional de Educação (Forsec), a Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc), a Uesc, 30 municípios da região, Instituto Arapyaú, Rede de Colaboração Intermunicipal de Educação, Instituto Anísio Teixeira (IAT) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

As temáticas estarão sendo debatidas em um espaço de diálogo, colaboração e cooperação intermunicipal, com vistas a refletir sobre educação para o fortalecimento dos municípios, contribuindo para a redução das desigualdades e atuando em favor de uma educação pública de qualidade e equidade.

Mais de 500 pessoas já estão confirmadas na segunda edição do fórum, entre dirigentes municipais de educação, gestores escolares, coordenadores pedagógicos, professores, técnicos em assuntos educacionais, assessores em educação e Conselho Municipal de Educação.

Programação

O evento terá início às 8 horas, com o credenciamento e acolhimento dos participantes. Logo depois começa uma roda de conversa sobre as temáticas: Processo de (Re)elaboração e Implantação do Referencial Curricular: o que une os municípios no território Litoral Sul da Bahia?; Currículo de Identidade do Estado da Bahia: discussão dos seus pressupostos teóricos;

Pensando sobre a construção do Projeto Político-Pedagógico e sua consonância com a BNCC e com o Currículo Bahia e o Conselho Municipal de Educação: a sua importância no processo de normatização curricular, tendo em vista a responsabilidade de análise, parecer e normatização dos novos PPPs e currículos das escolas, alinhados à BNCC nos municípios, até março de 2020.

Já no período da tarde serão realizadas oficinas BNCC na Prática e Referencial Curricular (compreendendo competências, habilidades, direitos de aprendizagem e desenvolvimento, campos de experiências, planejamento, metodologias ativas e avaliação).

Prefeituras e Sociedade Civil juntos pela Agricultura Familiar chegou ao Território Litoral Sul, nesta sexta-feira (30). Durante o evento, realizado no município de Camacã, foram entregues 7.500 mudas frutíferas e essências florestais, beneficiando e estimulando a produção de 45 famílias de agricultores familiares, além de 28 títulos de terra do programa Bahia Mais Forte Terra Legal.

Realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), em parceria com o Consócio Intermunicipal da Mata Atlântica (CIMA), o seminário vem sendo realizado em todos os Territórios de Identidade da Bahia para discutir com gestores públicos e a sociedade civil iniciativas para avançar o desenvolvimento da agricultura familiar baiana.

Estiveram reunidos representantes dos 11 municípios que compõem o CIMA, com seus gestores municipais, prefeitos e prefeitas, secretários de agricultura, e, também, com agricultores e agricultoras familiares desse município.

1.jpeg

O secretário da SDR, Josias Gomes, declarou que o seminário chega para aproximar ainda mais as prefeituras do Governo do Estado, por meio da SDR: “Queremos mostrar aos prefeitos que se eles ajudarem, se incorporarem nesse nosso propósito de dinamizar a agricultura familiar, o resultado será muito melhor. Aqui, a produtividade do cacau gira em torno de nove arrobas por hectare, com uma renda para a região de pouco mais de R$15 milhões por ano. Nós temos condições de aumentarmos a produtividade pra 40 arrobas por hectare e essa renda para 54 milhões e, com isso, uma dinamização importantíssima na economia regional”.

O chefe de gabinete da SDR, Jeandro Ribeiro, explicou que o propósito do seminário é de continuar melhorando a vida do agricultor familiar, unificando esforços e ampliando as ações: “A ideia desse seminário é justamente apresentar todo potencial que existe nesse território. Estamos dando desdobramentos das nossas ações, ampliando por meio dessas parceiras, e daqui a dois, três anos, queremos colher os frutos. São resultados muito importantes que mudam a vida do povo, do rural baiano, e, consequentemente, muda para melhor a economia o nosso estado”.

Para o presidente do Cima, Guilherme dos Santos, a SDR vem atuando fortemente em toda a Bahia, mudando a realidade dos agricultores familiares: “Com essa Parceria Mais Forte teremos mais apoio do nosso governo para continuar trabalhando pelo rural do estado”.

Já o prefeito de Camacã destacou a alegria em receber o seminário dentro da programação em comemoração aos 58 anos do município. “Ficamos muito felizes em sediarmos esse momento com a sociedade civil e autoridades em pleno momento de festas e atrações para todos que acompanharam as comemorações”, disse o prefeito interino Paulo do Gás.

2.jpeg

3.jpeg

O município de Pau Brasil por meio do Conselho Municipal de Assistência Social realizou a VIII Conferência Municipal de Assistência Social. Tendo como tema central: “Assistência Social: Direito do Povo com Financiamento Público e Participação Social”.

WhatsApp Image 2019-08-30 at 22.49.45.jpg

A VIII Conferência discutiu três (3) eixos: I – Os desafios para a consolidação do SUAS frente aos impactos da crise financeira da União, do estado e dos municípios à Emenda Constitucional 95, à proposta de reforma previdenciária e à reforma trabalhista; II – A rede de proteção social do SUAS e a relação com os órgãos de garantia de direito; III – Democracia participativa, controle social e protagonismo do usuário no SUAS – “Nada sobre nós, sem nós”.

As conferências têm como principal característica de reunir governo e sociedade civil organizada para debater e decidir as prioridades nas Políticas Públicas bem como na garantida de direitos através dessa política. Na medida em que os diversos segmentos envolvidos com o assunto em questão participam do debate promovido na realização de uma Conferência, pode-se estabelecer um pacto para alcançar determinadas metas e prioridades, além de abrir um espaço importante de troca de experiências. As Conferências não é algo isolado, mas é parte de um processo amplo de diálogo e democratização da gestão pública.

A Secretaria Municipal de Trabalho e Ação Social trabalhou em conjunto com o Conselho Municipal de Assistência Social, dando todo o suporte necessário para garantir que a conferência fosse realizada no dia de hoje (30). Para a Tatiane Prado (Secretária do Trabalho e Ação Social), “Essa é mais uma conferencia que estamos realizando na nossa gestão, aqui está sendo um momento para que os seguimentos; Prefeitura, usuários e sociedade civil possam apresentar suas propostas e ao mesmo tempo defende-las para que elas possam ser apresentadas na Conferencia Estadual de Assistência Social.”

A Prefeita Barbara Prado esteve presente no momento da abertura dos trabalhos até o inicio de apresentação e discussão das propostas nos três eixos da conferência.  Carlos Alberto Evangelistas (Secretário da Agricultura, Industria, Comercio, Turismo e Meio Ambiente), Eurípedes Dias (Secretário da Administração e Finanças), Gizelle Nascimento (Secretaria da Educação, Cultura, Esporte e Lazer), Adenilson Sena (Secretário da Saúde), entre outros coordenadores também estiveram presentes na Creche Amar, palco de mais uma Conferência Municipal.

O trabalho da equipe do Cras e Secretaria Municipal de Trabalho e Ação Social mais uma vez se destaca.

Assessoria de Comunicação Social

Fotos: Fernando Quá

 WhatsApp Image 2019-08-30 at 22.49.43.jpg

WhatsApp Image 2019-08-30 at 22.49.41.jpg

WhatsApp Image 2019-08-30 at 22.49.30.jpg

WhatsApp Image 2019-08-30 at 22.49.27.jpg

Os atletas da Associação Cacaueira de Canoagem (ACC), que contam com o apoio da Prefeitura de Ubaitaba, na gestão da prefeita Suka Carneiro, conquistaram nesta sexta-feira, oito medalhas de ouro, cinco de prata e quatro de bronze Na fase inicial do Campeonato Brasileiro Interclubes de Canoagem e Paracanoagem Velocidade, em Brasília que se encerra neste domingo, dia 1º. O bom desempenho confirma a cidade como um celeiro de atletas, cujo expoente é o campeão mundial Isaquias Queiroz.

ecnotnro.jpg

Os ouros foram conquistados nas categorias C1 Cadete 1000 metros masculino, com Vitor Mendonça; C2 Cadete 1000 masculino m, Vitor Mendonça e Edenilton Martinhos; C2 menor 1000 m masculino Jonata Santos e Ezequiel Santos; C 1 junior masculino 1000 m Filipe Santana; C2 junior masculino 1000 m Filipe Santana e Evandilson Avelar. No feminino, C1 sênior 1000 m Ângela Elias; C2 sênior 500 me Ângela Elias e Andrea Oliveira.

As medalhas de prata foram dos atletas C2 cadete feminino 1000 m Tatilane Almeida e Ueguida Silva: C1 menor masculino 1000 m Ezequiel Santos; C 2 sênior masculino 1000 m Milton Luz e Sávio Santana; C 1 sênior feminino 1000 m Iasmine Dias; C2 sênior 500 m Camila Lima e Luciana Costa.

As medalhas de bronzes foram vencidas pelos atletas C 1 junior masculino 1000 m Helton Silva; C 2 sênior masculino 1000 metros Lucas Queiroz e Edvan Francisco; C 2 junior masculino 1000 metros Helton Silva e Gledson Sheer; C1 junior feminino 1000 m Beatriz Ataíde.

 

Prefeitura de Ubaitaba

Assessoria de Comunicação

O fórum Sul da Bahia Global se reuniu na última terça-feira (27), no edifício Premier, em Ilhéus, para dar mais um passo em direção à implementação de uma Agência de Desenvolvimento. Lideranças do poder público, do empresariado e da sociedade civil que trabalham há um ano no desenho de um modelo de agência, discutiram os resultados alcançados até o momento. O fórum é resultado do Programa Líder, do Sebrae, que elaborou um Plano de Desenvolvimento Regional construído de forma participativa, a partir do recorte de seis municípios – Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Uruçuca, Canavieiras e Una – e visa colocá-lo em prática.  
 
Fórum-Sul-da-Bahia-Global.jpg
 
Para isso, conta com quatro grupos de  trabalho que têm se empenhado em atingir soluções para os setores de Infraestrutura, Educação, Meio Ambiente e Paisagem e Economia, por meio de "vitórias rápidas", ou seja, desafios prioritários de cada grupo. Esta última reunião pautou  a apresentação do diagnóstico regional realizado pela Macroplan, uma das mais experientes empresas brasileiras de consultoria em cenários prospectivos, administração estratégica e gestão orientada para resultados. Também foram discutidos os resultados obtidos pelos GTs e os próximos passos para implementar a Agência de Desenvolvimento, que terá o fórum como associado fundador.
 
O Instituto Nossa Ilhéus é uma das organizações que fizeram parte do Programa Líder e que está somando no fórum como representante da sociedade civil organizada, como parte do projeto apoiado pelo Instituto Arapyaú. É, também, a instituição que está articulando a implementação do Observatório Sul da Bahia Sustentável, em parceria com o Instituto Arapyaú, a UESC/NIT, a AMURC, o Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia e o Movimento Empresarial Sul da Bahia (MESB), e que terá, inicialmente, como recorte, os mesmos seis municípios contemplados neste projeto. Assim, com base no compromisso desses municípios com o Programa  Cidades Sustentáveis, o Observatório possibilitará a disponibilização e atualização dos seus indicadores sociais, permitindo a qualquer pessoa monitorar a evolução das políticas públicas implementadas pelo poder público municipal. Acompanhará, também, a execução de condicionantes dos grandes empreendimentos, além de dados das bacias hidrográficas do Leste. 
 

Sobre o Instituto Nossa Ilhéus - Fundado em 09 de março de 2012, o Instituto é uma iniciativa da sociedade civil organizada, apartidária com o título de OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público. Busca aproximação da sociedade civil e do poder público em suas ações, atuando com advocacy, para fortalecer o alinhamento da vocação natural do sul da Bahia com o desenvolvimento sustentável, por meio de três eixos de atuação: ‘Educação para Cidadania’, ‘Monitoramento Social’ e ‘Impacto em Políticas Públicas’. Também busca produzir conteúdo exclusivo sobre as peculiaridades da cidade e do sul da Bahia. O INI trabalha em rede e está aberto ao engajamento da população em suas atividades. 

Acompanhe as redes do Instituto Nossa Ilhéus: Facebook.com/InstitutoNossaIlheus e Instagram @nossailheus, e colabore com o trabalho em prol do monitoramento social e da democracia participativa em Ilhéus.

O prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite Júnior, o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Águido Muniz, toda equipe das escolas do campo e a presidente da Câmara de Vereadores, Magnólia Barreto, foram homenageados pela Associação dos Revendedores de Insumos Agrícolas do Sul da Bahia (Arisba). A homenagem foi prestada pelo apoio, parceria e empenho do município no processo de sustentabilidade e educação ambiental.

Os certificados em comemoração ao Dia do Campo Limpo foram entregues pela diretora da Arisba, Andréa Brito. Ela destacou o trabalho importante que Uruçuca está executando na área ambiental. O Prefeito Moacyr Leite Júnior afirmou que uma gestão séria e eficiente tem que trabalhar pelo meio ambiente, tanto na preservação, quanto na conscientização das pessoas.

As homenagens ocorreram após sessão solene na Câmara de Vereadores, que contou com a presença do tenente PM Eric Macedo, responsável pela segurança dos uruçuquenses. Ele foi bastante aplaudido pelo trabalho que vem desenvolvendo.

Ambiental-Uruçuc-580x387.jpg

Fonte : http://www.pimenta.blog.br

O Seminário do Agronegócio teve início na manhã dessa terça-feira (27) dando abertura a programação da Festa de 58 anos de Emancipação Política da cidade. O tradicional seminário visa gerar mais espaço para que os agricultores do município e região possam absorver novidades e evoluir no cultivo das terras. A abertura aconteceu por volta de 08:30 da manhã No Espaço Festa Viva com uma palestra no qual foi ministrado o tema: Cacau de Alta Produtividade Teórica, com o palestrante Ivan Costa, da CEPLAC.

{E6C46DCB-4C4B-DDDC-7DA8-4E4188583D8A}_350X230.jpeg

O Secretário de Agricultura Eduardo Ramos ressaltou o desejo de auxiliar os produtores a resgatar a cultura do cacau “Camacan já teve uma média de produtividade imensa, devido a vassoura de bruxa, perdeu-se muito, então, trouxemos profissionais que a cada dia se debruçaram nos estudos para compartilhar conhecimento conosco, eles têm muito conhecimento e experiência que nós precisamos. Esse tempo será bastante proveitoso, devemos estar atendo a cada palavra, a cada ponto e vamos sair daqui ricos em conhecimento e com ânimo para praticar. Vamos sugar o máximo que pudermos”, falou.
O Presidente do CIMA e prefeito de Santa Luzia Antônio Guilherme, destacou ”a importância da união dos produtores nesse crescimento tanto do Café como do Cacau”, disse.

Estiveram presentes o Gerente do Banco do Nordeste Local Lenoel, funcionários da CEPLAC, parceira pioneira e grandes e pequenos produtores rurais.

Anderson, presidente do Sindicato Dos Produtores Rurais de Camacan comentou “é notório o crescimento da cultura de café no município, mas ainda temos muitos produtores de cacau. Estamos juntos com a secretária de Agricultura, de mãos dadas para que a cacauicultura venha dar mais passos para o crescimento”.

O Prefeito interino Paulo do Gás lembrou do seu papel de auxiliar do Prefeito Oziel que breve estará de volta ao ofício e falou “precisamos tratar o problema do cacau de maneira mais firme, ficamos preocupados com grandes indústrias e esquecemos das pequenas produções que envolvem toda cadeia agrícola na nossa região. Precisamos investir tempo e dinheiro, e tratar as pequenas produções com mais veemência e eficácia, sair da falácia e irmos para a prática, afinal produzimos leite, café, muitas opções, somos muito ricos”, finalizou.

O seminário se estenderá com atividades práticas no campo, nesta quarta-feira, na quinta-feira e sexta-feira, palestras com outros temas, além da Feira do Chocolate, e muito mais. No intervalo da palestra, houve um delicioso Coffee Break.

AMURC
Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia

(73) 3613-5114
Rua Almirante Tamandaré, 405 - Duque de Caxias
Itabuna - BA, 45600-741 

© Copyright 2018 AMURC  | Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: logo oxente n