Notícias

Os colaboradores da Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc) passaram pelo teste de PCR, nesta terça-feira, 21, na sede da entidade, visando detectar o vírus causador da Covid-19. De acordo com os técnicos da Vigilância Epidemiológica de Itabuna, os resultados estarão prontos em até sete (7) dias.

          A ação atende ao protocolo de recomendação elaborado pela Prefeitura Municipal de Itabuna em parceria com a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), que contou com a participação da Associação e entidades ligadas aos setores do comércio, da indústria e de serviços.

Para o presidente da Amurc, Aurelino Cunha, a iniciativa visa levar segurança aos colaboradores da instituição e aos próprios associados que precisam ter acesso aos serviços prestados pela Associação, de apoio aos municípios nesse período da pandemia.

A Amurc retomou as atividades presenciais na segunda-feira, 20, com uma carga horária de atendimento reduzida, de 9 às 13 horas.

Testes com os colaboradores da Amurc  FOTO ALLINE MEIRA.jpeg

A Prefeitura de Buerarema autorizou na última segunda-feira (20) a retomada do funcionamento dos estabelecimentos não essenciais e, decretou ainda, o toque de recolher em todo o território municipal, de 20 a 26 de julho - dando continuidade ao decreto do Estado - porém com alteração no horário passando a valer das 20h às 5h, como  medidas temporárias e emergenciais de prevenção de contágio pelo COVID-19 (Novo Coronavírus).

HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO DO COMÉRCIO

 IMG_20200721_124049.jpg

O comércio considerado essencial poderá funcionar até 19H – estendido até às 22h para farmácias, postos de combustíveis e deliverys de alimentos, água e gás. Já o comércio, tido como não essencial, tipos 01 e 02, poderá permanecer aberto até às 15h. Templos religiosos, academias, distribuidoras de bebidas alcóolicas e bares (apenas delivery) permitidos até às 19:45h horas, para fins de efetividade do início do toque de recolher.

Itacaré sai mais uma vez na frente para garantir aos visitantes um turismo seguro e responsável. A Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Turismo, e o Conselho Municipal de Turismo (COMTUR), iniciaram nesta terça-feira(21) a vistoria dos meios de hospedagens para aquisição do Selo Turismo Seguro Itacaré. E o Terra Boa Hotel Boutique foi a primeira empresa a solicitar o Requerimento de Vistoria da Vigilância Sanitária e da Secretaria de Turismo, sendo portanto a primeira a fazer a vistoria e também a receber o Selo Turismo Seguro Itacaré.
 
WhatsApp Image 2020-07-21 at 14.16.22.jpeg
 
Outras empresas também podem fazer o requerimento virtual para solicitação de vistoria “in loco” nas dependências dos estabelecimentos para fins do Selo Turismo Seguro Itacaré. Os interessados devem acessar o link: https://forms.gle/8QeQFXhCoUmSCrKt6 e preencher o formulário ou solicitar vistoria através do e-mail: Setur Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Para mais informações, basta entrar em contato pelo telefone (73) 3251-3922 em horário comercial.
 
De acordo com o prefeito Antônio de Anízio, o Selo Turismo Seguro Itacaré visa certificar os estabelecimentos do setor turístico do município de acordo com os cumprimentos de critérios para adequação das suas instalações e procedimentos visando atender protocolos sanitários, de segurança e qualidade no atendimento. O Selo visa promover a segurança e tranquilidade dos colaboradores, visitantes e turistas, com a melhoria contínua dos serviços dos empreendimentos e dos serviços turísticos visando a retomada seguro do turismo de Itacaré.
 
Dentre as vantagens para o empresário está a melhor reputação da sua empresa perante os visitantes. O selo será indicado ao junto ao seu nome em todos os materiais produzidos pela Secretaria Municipal de Turismo, como mapa turístico, redes sociais, site, e-books e demais redes. Já para o turista o selo oferece a vantagem de poder confiar em uma lista de estabelecimentos que cumprem as exigências de protocolos de saúde e segurança para sua maior tranquilidade.
 
WhatsApp Image 2020-07-21 at 14.16.25.jpeg
 
WhatsApp Image 2020-07-21 at 14.16.24.jpeg
 
WhatsApp Image 2020-07-21 at 14.16.24 (1).jpeg
 
WhatsApp Image 2020-07-21 at 14.16.23.jpeg
 
WhatsApp Image 2020-07-21 at 14.16.21.jpeg

A Prefeitura de Floreta Azul através da Secretaria de Educação deu início nessa segunda-feira (20) a mais uma etapa de entrega dos kits de alimentação para as famílias dos estudantes da Rede Municipal de ensino, com o objetivo de complementar a alimentação dos alunos que estão com as aulas presenciais suspensas em decorrência da pandemia do Coronavírus.

Cada kit contém  2kg de açúcar, 02 kg de arroz branco, 01 kg de feijão, 02 pacotes de macarrão espaguete, 1 pacote de biscoito, 1 garrafa de óleo de soja, 01 pacote de café, 01 kg de farinha de mandioca, 01 pacote de floco de milho, 02 pacotes de proteína de soja e alimentos não perecíveis. Foram também entregues materiais de limpeza e higiene pessoal.

A prefeita Gicélia Santana e a secretaria de educação Talita Silveira estiveram presentes durante o momento das entregas. A aquisição dos alimentos e produtos de higiene é oriunda de recursos próprios do município e do Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE. 

IMG_4587.jpg

 IMG_4604.jpg

IMG_4600.jpg

IMG_4597.jpg

 

 

 

executivo da AMURC, que apoiou o Arapyaú com a distribuição dos equipamentos aos municípios. Ao seu lado, Ricardo Gomes, gerente do Programa Desenvolvimento Territorial do Sul da Bahia.
O Instituto Arapyaú apoiou a logística de entrega de mais uma doação do projeto Gama (Grupo de Apoio aos Médicos e Agentes de Saúde). Desta vez, foram produzidos mil equipamentos de proteção facial (face shields). Eles serão distribuídos para as equipes de vigilância sanitária, das prefeituras e hospitais dos seis municípios da Costa do Cacau: Itacaré, Uruçuca, Ilhéus, Itabuna, Una e Canavieiras com o apoio da AMURC – Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia.

Em maio, o Arapyaú já havia apoiado o projeto Gama com a doação de 2 mil face shields para o município de Santarém (PA). Desde o começo da crise da Covid-19 no Brasil, o Instituto reforçou seu compromisso com a sociedade e vem atuando ativamente em uma série de ações de combate à pandemia, especialmente nas regiões em que atua regularmente com seus programas.

Na Bahia, o Instituto Arapyaú trabalha com o programa Desenvolvimento Territorial do Sul da Bahia. Por meio dele, e com o apoio de uma rede de parceiros, atua em áreas centrais para a sustentabilidade: desenvolvimento econômico, gestão pública, educação e empreendedorismo comunitário.

lucano.jpg

Whatsapp e plataforma virtual facilitam escoamento de produtos e garantem segurança durante pandemia.

IMG_0415.jpg

A economia solidária do Sul da Bahia inovou durante a pandemia da covid-19 e inaugurou uma plataforma de vendas online para escoamento de produtos de empreendedores econômicos solidários da região.

A ação, executada pelo Centro Público de Economia Solidária (Cesol) Litoral Sul surge num cenário atípico de crise sanitária mundial que demanda por um distanciamento social. Com isso, a presença da economia solidária no e-commerce se apresenta de forma emancipadora.

Quem quiser conhecer os produtos da região e adquirir pode acessar https://balcao.online/cesol-litoral-sul ou entrar em contato com a atendente pelo whatsapp (73) 98891 6954. Itens como licores, cachaças, chocolates, nibs de cacau, creme de cacau, mel de cacau, própolis, temperos, farinha de mandioca e artesanatos em geral de grupos quilombolas, indígenas e de matriz africana estão disponíveis para compra.

Nesta primeira etapa, as vendas online de clientes de Itabuna são entregues em delivery gratuito acima de R$ 50. Para compras de outros municípios, o pedido deve ser feito por whatsapp ou balcão online e retiradas na loja física do Cesol Litoral Sul, situada na Rua Nações Unidas, nº 334, Centro, em Itabuna-BA. A expectativa é estender em breve as entregas para outras cidades da região circunvizinha e outros territórios de identidade da Bahia.

Cesol Litoral Sul

O Cesol Litoral Sul atende a 26 municípios e é um importante instrumento de inclusão socioprodutiva por meio de assistência técnica e transferência de equipamentos e insumos produtivos alcançados com o acesso ao microcrédito assistido, além da articulação com as demais políticas de proteção e promoção social oferecidas com a interlocução de diversas secretarias do governo estadual e da União. 

São atendidos os segmentos agroindustriais (apicultura, agricultura), pesca, artesanato (costura, manualidades, bordados, confecção de bonecas, etc.), coleta seletiva (com catadores de materiais reciclados), pesca extrativista, cosméticos, culinária vegana e na cultura regional, fomentando empreendimentos formais e não formais em suas variadas formas, exercitando a inclusão através dos trabalhos associações e também em comunidades indígenas, nos terreiros de candomblé e em quilombos.

 IMG_0733.jpg

IMG_0716.jpg

IMG_0704.jpg

Ascom Cesol Litoral Sul

Como alternativa de dar continuidade ao aprendizado dos alunos da Rede Municipal durante a quarentena, no último dia 06 de julho, a Secretaria Municipal de Educação de Santa Cruz da Vitória deu início ao uso da Plataforma de Ensino Digital em Casa (PEDEC), para atender as turmas do 9º ano da Rede Municipal de Ensino.

As primeira aula foi importante para testar a capacidade da internet e o desempenho dos alunos e professores com a nova ferramenta de ensino. A partir desta próxima semana, haverá o início das demais turmas do Fundamental II e progressivamente serão incluídos os alunos do Fundamental, anos iniciais.

Após a aquisição da plataforma, no mês anterior, a Secretaria de Educação iniciou o trabalho de capacitação de professores, técnicos, gestores e toda coordenação, também realizou reuniões com pais e responsáveis para apresentar as orientações quanto ao uso da PEDEC. Todo o processo foi acompanhado através do departamento pedagógico, o Conselho Municipal de Educação, órgão normatizador da Educação no município, também fez parte da validação e da efetivação da implantação da plataforma digital, para que a mesma tivesse sua eficácia garantida.

IMG-20200712-WA0105-e1594603461267.jpg

Educação durante a pandemia
Seguindo as recomendações de prevenção e combate ao COVID-19, aulas presenciais em todo o país foram suspensas temporariamente. Com esta determinação, escolas privadas e particulares de todo país, em caráter de emergência, passaram a adotar atividades de forma remota.

As aulas remotas têm sido um desafio para gestores, professores, alunos e também para as famílias. Plataformas como estas já existem em alguns sistemas de ensino, funcionam como uma sala de aula digital, onde professores e alunos podem realizar encontros virtuais para realizaçãode aulas. Em tempo de distanciamento, a plataforma ajudará os professores a gerenciar e realizar as atividades, atribuir notas e deixar demais orientações para os alunos.

O prefeito Carlos André enalteceu todo o empenho da equipe escolar e também dos familiares dos alunos e afirmou que a Prefeitura tem concentrado diversos esforços para que a Plataforma possa estreitar o distanciamento entre alunos e professores. “Nós disponibilizamos a ferramenta para que os nossos alunos não fiquem sem assistência pedagógica durante essa pandemia. Além de ser uma forma que encontramos para que os alunos não tenham prejuízo, é também uma forma de incentivar para que fiquem em suas casas. Estamos enfrentando dias difíceis com essa pandemia, mas a Prefeitura estará sempre atenta a todas as necessidades para tentar diminuir ao máximo os impactos para os nossos alunos,” – finalizou o prefeito.

Nesta sexta-feira, 10, em reunião por videoconferência, representantes da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) entregaram à Prefeitura Municipal de Itabuna, o Plano Municipal de Enfrentamento da COVID-19. A reunião contou ainda com representantes da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI), Câmara de dirigentes Lojistas (CDL de Itabuna), Diretoria do Shopping Jequitibá, Secretaria de Saúde e de Indústria e Comércio de Itabuna.

Representantes da Prefeitura de Itabuna, juntamente com as entidades ligadas ao comércio se comprometeram em colocar em prática as recomendações e os protocolos trazidos por documentos elaborados pelos profissionais das universidades, evitando erros que podem resultar no agravamento do atual cenário.

A UESC, UFSB e a Associação dos Municípios da Região Cacaueira (AMURC), chamadas a colaborar com a Secretária de Saúde do município de Itabuna, assinaram um termo de cooperação técnica para contribuir com o município no enfrentamento da pandemia.

Assim sendo, objeto do referido termo, que resultou em diversas reuniões de trabalho com incorporação de segmentos público e privado (setores representativos da Indústria, Comércio e Serviços), com análises, recomendações e construção participativa de documentos, como o Plano Municipal de Enfrentamento à COVID-19 – sendo a elaboração o resultado de um esforço conjunto entre diversas instituições regionais, dirigentes e corpo técnico de diferentes secretarias do município.

Os estudos e as recomendações entregues à Prefeitura Municipal de Itabuna apresentam análises detalhadas sobre os diversos cenários possíveis com a eventual redução do isolamento social e deverão servir de instrumento norteador ao Comitê Municipal de Crise COVID-19, para análise e tomadas de decisões conjuntas com o Poder Executivo.

No cenário atual, reforçamos a necessidade do distanciamento social para todos, isolamento para aqueles que testaram positivo e quarentena para casos suspeitos. Estamos trabalhando para ampliar a comunicação com a sociedade itabunense, para que a mesma possa melhor compreender a ocorrência da doença na nossa cidade, bem como os papéis e responsabilidades no processo de enfrentamento da COVID-19.

Reunião das entidades 10.07.2020.jpeg

AMURC
Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia

(73) 3613-5114
Rua Almirante Tamandaré, 405 - Duque de Caxias
Itabuna - BA, 45600-741 

© Copyright 2018 AMURC  | Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: logo oxente n