Notícias

O prefeito de Itajuípe e presidente da Amurc, Marcone Amaral participou da cerimônia do Governo do Estado nesta quarta-feira, 23, em Itapitanga, quando foi assinada a ordem de serviço para a restauração da pavimentação de 26 quilômetros da BA 651 (entre Itapitanga e Coaraci). A obra, orçada em mais de R$ 11 milhões, vai beneficiar mais de 58 mil habitantes da região.

VISITA DO GOVERNADOR A ITAPITANGA  FOTO SECOM GOVERNO DO ESTADO (1).jpegVISITA DO GOVERNADOR A ITAPITANGA - FOTO SECOM GOVERNO DO ESTADO

 

         “Essa obra é de grande importância para nossa região, e vai beneficiar principalmente os municípios que compõem a Z4 (Itajuípe, Coaraci, Almadina e Itapitanga), que precisam se deslocar constantemente”, destacou Marcone.

            Alegre com os investimentos anunciados pelo Governador Rui Costa, o prefeito de Itapitanga, José Roberto (Ró de Beto) revelou que a obra é uma das mais esperadas pela população. “A recuperação da nossa BA 651 já é uma realidade. Essa vitória é nossa, de toda a população”, declarou o gestor.

Segundo o secretário de Infraestrutura Marcus Cavalcanti, a intervenção na BA 651 é a realização de uma promessa. "Antes da pandemia, o governador se comprometeu em recuperar o trecho que agora vai se concretizar ".

Mais serviços

Rui visitou o terreno onde será construída a nova sede do Colégio Estadual Alcides David, que terá seis salas, dois laboratórios, biblioteca, auditório, refeitório, quadra poliesportiva coberta, vestiário e campo society. Com a nova estrutura, a escola poderá funcionar como unidade de ensino de tempo integral.

“É uma obra pra cuidar de gente, e estimular que as pessoas cuidem do futuro dessa cidade, do nosso estado e país, que é através da educação. Por isso nós estamos fazendo um grande investimento pra requalificar a infraestrutura da escola, pensando em práticas esportivas e culturais”, acrescentou o governador.

 

VISITA DO GOVERNADOR A ITAPITANGA  FOTO SECOM GOVERNO DO ESTADO (4).jpeg

VISITA DO GOVERNADOR A ITAPITANGA  FOTO SECOM GOVERNO DO ESTADO (3).jpeg

VISITA DO GOVERNADOR A ITAPITANGA  FOTO SECOM GOVERNO DO ESTADO (2).jpeg

Prefeitos e autoridades municipais.jpeg

Prefeitos e autoridades municipais 2.jpeg

 

 

 

 

O governador Rui Costa esteve, nesta quinta-feira (16), em Camacã, onde inaugurou uma nova quadra poliesportiva na Avenida Pioneiros. Durante o evento, Rui anunciou mais de R$ 14 milhões em novos investimentos para o município, como a requalificação das rodovias BA-671, entre Jussari e o distrito de Palmira, em Itaju do Colônia; e da BA-662, entre o distrito de Palmira e Camacã, que contará com um recurso de R$ 4,3 milhões.

O presidente da Amurc e prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral, acompanhou a solenidade e expressou que o pacote de obras é um benefício que agrega não somente benfeitorias para o município de forma isolada, mas enaltece aspectos positivos para a luta contínua para o desenvolvimento da região.

Prefeitos e autoridades de Camacã e região.jpegPrefeitos e autoridades de Camacã e região

“É notório que os prefeitos enfrentam, diariamente, dificuldades tremendas para garantirem o bem-estar social dos munícipes. Não tem outra palavra além de felicidade por nossa querida Camacã, depois do anúncio do governador de melhoramentos que durante muito tempo vêm sendo aguardados. Quando administramos com a sensibilidade, percebemos que juntos expandimos o nosso apelo e conseguimos contribuir para a concretização do crescimento da nossa região”, expressou Marcone Amaral.

Também fazem parte deste pacote de investimentos um convênio de regularização fundiária; a autorização do processo licitatório para a reforma de um ginásio de esportes, na sede do município; e a assinatura de ordem de serviço para obras de reforma e ampliação das instalações do Colégio Estadual Polivalente.

Durante o pronunciamento, Rui Costa destacou que o intuito do Governo do Estado é equipar cada vez mais as escolas estaduais, para que os estudantes tenham a possibilidade de realizar esportes e atividades culturais.

"No próximo ano, teremos um número muito maior de escolas em tempo integral, modernizadas e equipadas, onde o aluno chega, toma café da manhã, almoça, estuda e, no contra turno, possa fazer atividades esportivas e culturais ou um curso técnico", destacou o governador. 

Outras ações

A ação 'Parceria Mais Forte, Juntos para Alimentar a Bahia' é uma estratégia da Secretaria de Desenvolvimento Rural Estado (SDR), que tem como objetivo a produção de 1,31 milhão de toneladas de alimentos em 130 mil Unidades de Produção Familiar (UPF). O convênio assinado em Camacã tem o valor de R$ 5 milhões e irá beneficiar mais de mil famílias nos municípios de Arataca, Canavieiras, Itaju do Colônia, Itapebi, Jussari, Mascote Pau Brasil, Santa Luzia, São José da Vitória e Una.

Ainda na ocasião, Rui ainda firmou convênio com o Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica para a construção de uma unidade regional de classificação de ovos, no distrito de São João do Paraíso, no município de Mascote. Um investimento de R$ 290 mil.

A reforma do Ginásio de Esportes de Camacã será coordenada pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), vinculada à Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), e contempla a recuperação da estrutura metálica de cobertura, a reforma do sistema de iluminação do ginásio e das instalações hidráulicas e elétricas, assim como a recuperação do piso da quadra, pintura geral e instalação de novos equipamentos. A requalificação irá contar com recursos no valor de R$ 1,2 milhões. 

 

 

WhatsApp Image 2021-09-16 at 16.41.19.jpeg

WhatsApp Image 2021-09-16 at 16.33.28.jpeg

Presidente Marcone Amaral, Deputado Rosemberg Pinto, Governador Rui Costa, Prefeito Paulo do Gás e demais autoridades.jpeg

 

 

 

Na manhã deste domingo, 13, estiveram reunidos representantes da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, representado pelos Senhores Ahmed Bin Sulayem, Samer Merhi, Executivos da DMCC (Dulbai Multi Commodities Centre) e o Sr. Rafel Solimeo – Diretor da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, representando os municípios do Sul da Bahia o Prefeito de Itajuípe e Presidente da AMURC Marcone Amaral e o Prefeito de Ilhéus Mário Alexandre, Dra. Soane Galvão Secretária de Desenvolvimento Econômico e Inovação do Município de Ilhéus e Dr. Vinicius Briglia Pinto - Assessor Especial da referida Secretaria, Cristiano Villela Diretor Executivo do Centro de Inovação do Cacau (CIC) e Luciano Veiga Secretário Executivo da AMURC e do CDS-LS.

“A gente fica feliz em receber investidores de várias partes do mundo, desta vez, a primeira visita de investidores dos emirados árabes, interessados em expandir negócios e contribuir com o crescimento da nossa cidade de Ilhéus e região. Isso reflete em mais arrecadação e receita, bem como reflete positivamente na nossa economia e de toda a região Sul, gerando emprego e renda para a nossa população”, destacou o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre.

Esta vinda do pessoal do Dubai Multi Commodities Centre - DMCC, tem como objetivo entender sobre o mercado de cacau em nossa região, já que estão montando um centro de excelência em cacau, e pretendem compreender o modelo diferenciado realizado no Brasil, a exemplo do modelo cabruca e de sua sustentabilidade, bem como o SIC atua na linha de mapeamento de qualidade do cacau para que, futuramente, a Bahia e o Brasil seja um dos fornecedores de cacau de alto padrão para este empreendimento internacional", afirmou Cristiano, do Centro de Inovação do Cacau - CIC

Para o Presidente da AMURC e Prefeito de Itajuípe Marcone Amaral, “o encontro foi importante para apresentarmos o potencial da nossa região, com destaque para o cacau e chocolate, com oportunidades comerciais, que estarão sendo trabalhadas pela Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, Governo do Estado da Bahia, Centro de Inovação do Cacau (CIC) e AMURC, onde serão realizadas reuniões e visitas, que estão sendo agendadas. A ponte de oportunidades do Sul da Bahia aos seus ativos econômicos e ambientais, passam a ter melhor desejo de percepção de negociação e parcerias, através dos intercâmbios comerciais. Nesta linha, a associação dos municípios – AMURC, estará atenta e de portas abertas ao debate, inserindo os agentes de transformação e inovação neste contexto, objetivando ampliar a o escopo institucional”, declarou.

O encontro foi marcado pelo interesse real das partes em criar caminhos, voltados para consolidar negócios entre a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira e o Governo do Estado da Bahia, iniciando pelo cacau e chocolate.

 

IMG-20210913-WA0047.jpg

IMG-20210913-WA0048.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma comissão composta por representantes do esporte dos municípios ligados aos consórcios (CDS-LS, Cima, Ciapra, Cimurc e Médio Sudoeste) e que integram a Amurc foi formada nesta quarta-feira, 8, em Itajuípe, com o objetivo de discutir as atividades esportivas realizadas na região. A ideia, segundo o presidente da Amurc e prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral, é, através desse fórum, fortalecer o esporte e promover eventos esportivos nas cidades vizinhas à nível regional, a exemplo da Copa do Cacau de futebol.

Mais de 20 municípios associados a Amurc, ligados às secretarias de Esportes e Educação estiveram presentes no evento para a formação do I Fórum de Esportes da Associação. A proposta vai contemplar representantes de cada consórcio público para que sejam debatidas temáticas e os principais anseios da região no âmbito no esporte.

Luciano Veiga no Encontro para a recuperação do Rio Cachoeira.jpeg
Luciano Veiga no Encontro para a recuperação do Rio Cachoeira

Ao mesmo tempo, o presidente Marcone destacou que, após uma conversa com os prefeitos da região, ficou estabelecido a realização da Copa do Cacau entre os municípios que integram os consórcios ligados à Amurc. O campeonato acontecerá entre os municípios dos cinco consórcios, sendo que os finalistas disputarão o título maior, o da “Super Copa do Cacau”.

A ideia é promover o campeonato ainda este ano, respeitando todos os protocolos sanitários de combate a Covid-19, com a final prevista para o mês de dezembro. “A proposta visa suprir esse momento em que os municípios não vão participar do Campeonato Intermunicipal devido aos custos e, além de fortalecer a região com jogos que vai envolver as cidades vizinhas”, destacou Amaral.

O prefeito de Barro Preto, Juraci da Saúde, parabenizou a iniciativa da Amurc e destacou que o município está apoiando o projeto. “Temos que abraçar essa oportunidade. Se torna mais fácil pensar o esporte, de maneira geral, de forma consorciada. Temos que fortalecer nossa casa, e precisamos voltar às atividades com todos os protocolos de segurança”.

O prefeito de Camacan, Paulo do Gás destacou que a ideia é trabalhar a municipalidade, juntos e de forma planejada. “Para a região, a melhor opção é fazer um evento desse formato proposto, porque o intermunicipal gasta muito. É essencial para a região, a gente vai ter um público mais regionalizado e vai ser muito mais competitivo e dinâmico”.

Escolinha de futebol

A outra pauta apresentada pelo presidente da Amurc, foi de uma parceria firmada com o Esporte Clube Vitória para que os municípios associados possam investir na formação de crianças nas escolinhas de base de futebol, apoiadas pelo clube baiano. Ao aderir ao projeto, o ECV estará supervisionando a formação, de forma gratuita, de crianças acompanhadas pelo setor social e de educação da rede municipal.

FOTOS ASCOM AMURC (10).jpeg

FOTOS ASCOM AMURC (7).jpeg

FOTOS ASCOM AMURC (6).jpeg

 

 

 

O evento foi promovido pela Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano – Amurc e pelo Consórcio de Desenvolvimento Sustentável – Litoral Sul

Paulo do Gás, Antônio Valete, Bárbara Prado, Aldo Dantas, Marcone Amaral, Thiago Guedes e Claudiana Figueiredo.jpeg
Paulo do Gás, Antônio Valete, Bárbara Prado, Aldo Dantas, Marcone Amaral, Thiago Guedes e Claudiana Figueiredo

O assessor do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), Aldo Bastos, anunciou nesta sexta-feira, 3, em Itabuna, a retomada da Rota do Cacau e do Chocolate na região, durante um encontro promovido pela Amurc e pelo CDS – Litoral Sul. Prefeitos, secretários de Agricultura, produtores de cacau e chocolate, acadêmicos da Uesc e do Ifbaiano apresentaram seus anseios para a implementação de políticas públicas e o fortalecimento econômico da região, que ainda se destaca na produção de fruticultura, agropecuária e demais setores.

O encontro contou com a participação do prefeito de Jussari e presidente do Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica, Antônio Valete, prefeito de Camacan, Paulo do Gás, prefeita de Pau Brasil, Bárbara Prado, assessor da Secretaria de Agricultura da Bahia, Thiago Guedes, da gerente regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo e do superintendente regional da Ceplac Bahia / Espírito Santos, Waldo Luiz Coutinho Britto.

O presidente da Amurc, Marcone Amaral parabenizou a iniciativa do MDR ao retomar uma pauta tão importante para a região e que ainda representa uma grande parcela do setor produtivo. Ele ainda propôs aos prefeitos, realizar uma mobilização da Amurc, juntamente com os consórcios públicos da região para uma visita ao ministro Rogério Marinho. “Iremos levar os nossos anseios e mostrar as pautas do segmento econômico ao ministro, para que sejam analisadas e atendidas”, declarou o gestor.

O assessor do ministro, Aldo Dantas, destacou que estará levando ao ministério as demandas da região, no que diz respeito a investimentos estruturantes, e que já foi dado o start para a retomada da rota do cacau e do chocolate a partir de uma comissão formada por representantes de entidades regionais. “Até o final do mês de setembro, o grupo deverá elaborar um documento para verificar as demandas e elaborar um documento oficial de retomada da rota”, relatou Aldo.

Outras atividades econômicas, a exemplo da fruticultura, do mel e do setor têxtil foram abordadas como segmentos que poderão ser explorados na região. O secretário de Desenvolvimento Econômico de Uruçuca, Águido Muniz, citou a importância de explorar o potencial da cidade com a produção de palmito, de pupunha, cajá, mel, dentre outros produtos, que poderão ganhar visibilidade econômica.

Fortalecimento

O prefeito de Camacan ressaltou a importância do cacau para a economia da região e destacou que precisa de “investimentos em políticas públicas, trazendo tecnologia e capacitação técnica”. Já o prefeito Valete disse que a reunião foi uma “grande oportunidade para os municípios fortalecer ainda mais a parceria com o governo Federal e Estadual para atender as demandas da população. A prefeita de Pau Brasil, Bárbara Prado destacou que a união dos gestores foi fundamental para que a reunião fosse produtiva e atendesse aos anseios do setor econômico.

Prefeitos Paulo do Gás, Antônio Valete, Bárbara Prado e Marcone Amaral.jpeg
Prefeitos Paulo do Gás, Antônio Valete, Bárbara Prado e Marcone Amaral

 

O secretário executivo da Amurc e do CDS-LS, Luciano Veiga, representou os presidentes, Marcone Amaral e Antônio de Anízio, nesta quarta-feira, 1, no Encontro para apresentação de propostas para a recuperação do Rio Cachoeira, no qual, a Prefeitura de Itabuna, através da secretaria de Planejamento, com o apoio da Emasa e do Portal Santo Agostinho, assinou um Termo de Parceria para a empresa Ramboll realizar a elaboração de um diagnóstico ambiental e um projeto básico para a despoluição do Rio Cachoeira.

Luciano Veiga no Encontro para a recuperação do Rio Cachoeira.jpeg
Luciano Veiga no Encontro para a recuperação do Rio Cachoeira

O encontro foi marcado pela apresentação dos resultados do diagnóstico estratégico do Rio Cachoeira, que de acordo com a gerente de Planejamento da Ramboll, Alejandra DeVecchi, a poluição do rio não é só resultado do lançamento de esgotos em Ilhéus e Itabuna, mas é proveniente da criação de gado, concentrada na sub bacia do Rio Colônia e espalhados entre o rio Salgado e a Sub bacia Sul.

De acordo com dados da Ramboll, a bacia do Rio Cachoeira, que reúne 13 municípios, possui 470.268 habitantes e 455.488 cabeças de gado espalhadas em uma área de 486.155,05 hectares. Sobre o uso do solo da Bacia Hidrográfica, a mancha urbana representa apenas 1,01%, enquanto a pecuária, 43,39%, a agricultura, 21,69% e os remanescentes florestais, 34,99%  

O tratamento na área rural, segundo Alejandra, é possível “através da plantação de mata ciliar nas bordas dos rios, nas Áreas de Preservação Permanente (APP), juntando a área de reserva legal para criar corredores ecológicos. São soluções de planejamento territorial baseados na natureza. O problema está nas cabeceiras, ligada à produção agropecuária, e o envolvimento das cidades é importante para a resolução do problema da Bacia”, revelou a especialista.

O prefeito de Itabuna, Augusto Castro juntamente com a secretária de Planejamento, Sônia Fontes identificaram que o projeto é totalmente viável para a recuperação do Rio Cachoeira. “Itabuna dá o pontapé inicial para a resolução de um problema de muitos anos, e conta com o envolvimento dos demais municípios, que integram a Bacia do Rio Cachoeira, para uma solução conjunta”, declarou o gestor.

O presidente Marcone Amaral parabenizou a iniciativa do prefeito Augusto Castro ao assinar o compromisso para a solução de questões ambientais que envolvem Itabuna e as cidades que integram a Associação de Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano. “A prefeitura de Itabuna está de parabéns ao tomar a iniciativa de solucionar um dos grandes problemas que atinge toda a região. A Amurc se coloca à disposição para defender as melhores propostas e soluções para os nossos municípios”, destacou Marcone, que também é prefeito de Itajuípe.  

O presidente Antônio de Anízio também colocou o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável – Litoral Sul à disposição, juntamente com a Câmara Técnica de Sustentabilidade para debater as questões de saneamento básico, dentre elas, a recuperação do Rio Cachoeira. “Colocamos a entidade totalmente à disposição para buscar de forma efetiva, projetos, programas e recursos capazes de fazer a transformação, tanto da Bacia do Rio Cachoeira, quanto as bacias que compõem o Litoral Sul”, revelou o gestor, atual prefeito de Itacaré.

 Prefeito de Itabuna, representantes da Amurc e CDS-LS, Portal Santo Agostinho.jpeg

Prefeito de Itabuna, representantes da Amurc e CDS-LS, Portal Santo Agostinho

 

WhatsApp Image 2021-09-01 at 22.06.11.jpeg

 

 

 

 

O presidente da Amurc, Marcone Amaral, esteve reunido nesta terça-feira, 10, com o prefeito de Barro Preto, Juraci da Saúde, juntamente com o secretário de Agricultura do município e das cidades de Itajuípe, Coaraci, Almadina e Itapitanga. O encontro dá prosseguimento a uma reunião realizada na semana passada, em Coaraci, objetivando fortalecer a cadeia produtiva da bacia leiteira dos municípios, através da reestruturação e fortalecimento do laticínio Almada, localizado no município de Coaraci.

O Programa de Aquisição do Leite na Bahia destinou R$ 1,5 milhões para compra do leite a partir do laticínio. Nesse sentido, foi criado um Conselho Gestor Deliberativo e Consultivo, composto por representantes das secretarias de Agricultura e Meio Ambiente dos municípios, representantes do setor produtivo, da Bahiater e Adab, no sentido de planejar a sustentabilidade econômica do equipamento.

WhatsApp Image 2021-08-10 at 13.10.17.jpeg

“O importante é desenvolver um diagnóstico ampliado das necessidades do equipamento melhor otimizado, com o envolvimento dos municípios juntamente com os produtores. Desenvolver um plano de trabalho que tenha uma participação efetiva do Governo do Estado, objetivando investimentos estruturantes para que desenvolva uma política de bacia leiteira com a otimização do equipamento já existente”, declarou Marcone Amaral.

Ainda segundo o presidente, o encontro foi uma oportunidade ímpar pois trata o desenvolvimento econômico de um setor muito importante da economia, provocando uma diversificação na produção do setor agropecuário, com o crescimento substanciado da bacia leiteira da região. A iniciativa cria também uma oportunidade de envolvimento dos pequenos produtores, através de programas específicos do Governo Federal, visando melhor atendimento a esse segmento.

CDS-LS

Na oportunidade, o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável - Litoral Sul foi provocado no sentido de apoiar com suas políticas estruturantes através do programa Mais Ater do Governo do Estado, que visa assistir melhor a secretaria de agricultura, dando apoio do ponto de vista logístico e de capacitação dos seus técnicos, possibilitando assim o melhor atendimento a área produtiva do setor.

Foi também discutida a possibilidade de desenvolver um plano de trabalho que permita trabalhar com os pequenos produtores, dando assistência técnica e o envolvimento de outras instituições, a exemplo do Sebrae. Foram abordadas melhorias de estradas vicinais através da parceria do Consórcio, juntamente com os municípios, bem como também oferta de equipamentos estruturantes como trator, arado, roçadeira e grade, que permitirá um melhor desenvolvimento das propriedades rurais.

WhatsApp Image 2021-08-10 at 13.10.18.jpeg

WhatsApp Image 2021-08-10 at 13.10.18 (3).jpeg

WhatsApp Image 2021-08-10 at 13.10.18 (2).jpeg

WhatsApp Image 2021-08-10 at 13.10.18 (1).jpeg

 

Secretários e técnicos de Educação dos municípios, vinculados ao Fórum Regional de Educação da Amurc e a Câmara Técnica de Educação do CDS-LS foram orientados nesta quinta-feira, 5, sobre as medidas necessárias para o retorno às aulas no formato híbrida e os seus respectivos protocolos e orientações. A reunião contou com a participação de técnicos e professores da Uesc, instituição que integra o Programa de Apoio Gerencial e Institucional às Prefeituras do Território Litoral Sul.

Reunião online do Fosec e Câmara Técnica de Educação 05.08.21.jpeg

O debate é realizado no momento em que os municípios estão se organizando para o retorno seguro às atividades escolares no formato híbrido, já que desde o início da pandemia estavam sendo realizadas na modalidade remota. O presidente da Amurc, Marcone Amaral parabenizou a iniciativa dos secretários de Educação “que têm se empenhado em buscar o melhor formato no sentido de tomar uma decisão em conjunto, mas respeitando a particularidade de cada município”.

A consultora do Forsec, Gilvânia Nascimento apresentou as diretrizes gerais para o retorno gradativo (escalonado) às atividades escolares presenciais e semipresenciais que devem estar previstas no planejamento explicativo de cada secretaria de educação. “É um documento para ajudar os secretários no planejamento de cada secretaria de Educação dos municípios”, informou Gilvânia.

O documento chama a atenção aos protocolos sanitários e de biossegurança dos espaços, além de equipamentos e materiais específicos que auxiliam na segurança sanitária. Os protocolos pedagógicos que destacam a aprendizagem e o desenvolvimento dos estudantes também foram apontados como pontos importantes, desde a organização das salas até o planejamento das atividades pedagógicas.

Ainda foram destaques, as atribuições específicas, que envolvem as articulações conjuntas com as secretarias de governo, além das instâncias dos poderes municipal, estadual e federal. Os documentos que precisam ser produzidos e providenciados pela secretaria de Educação e a comunicação efetiva com a sociedade para o desenvolvimento de estratégias de comunicação com alunos, pais e profissionais da educação.

Encaminhamentos

Foram pontos de encaminhamento, a necessidade de criação de um plano de comunicação para tratar o retorno com segurança das aulas, uma jornada coletiva virtual e a realização de uma Live sobre o tema com a participação da sociedade.

A coordenadora da Câmara Técnica e secretária de Educação de Itapé, Luzinete Miranda, parabenizou a atuação dos secretários de Educação e se colocou à disposição para ajudar na solução de demandas na área.

Gilvânia Nascimento.jpeg
Gilvânia Nascimento

AMURC
Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia

(73) 3613-5114
Rua Almirante Tamandaré, 405 - Duque de Caxias
Itabuna - BA, 45600-741 

© Copyright 2018 AMURC  | Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: logo oxente n